News - Briefing de Mercado

Esqueça commodities e large caps para ter rentabilidade agora, aponta gestor
26/11/2012

23 de Novembro de 2012 15h20
Gabriella D'Andréa

A sugestão do gestor é que o investidor prefira as small caps

Aqueles que querem ter boa rentabilidade não devem olhar, pelo menos neste momento,  para commodities e ações large caps. A afirmação foi feita pelo Gestor de fundos Gervais Williams em uma entrevista para o site The Telegraph. Após dizer aos investidores que essas aplicações não devem gerar bons resultados, Williams disse que o momento é das small caps, ações que possuem melhores previsões de lucro nos próximo meses. Mas será que essa situação também se aplica ao caso brasileiro?

“Se você olhar o cenário de desaceleração global, principalmente a China, que é um dos nossos maiores demandadores, eu concordo com ele”, afirma o Diretor da AZ Investimentos, Ricardo Zeno. “Acho que o Brasil continua com um projeto de crescimento sustentável, mas um pouco mais comedido em função da conjuntura global. Em função disso, nós vamos presenciar uma queda de preços do mercado internacional e algumas empresas maiores serão penalizadas por esse processo”.

Muitos especialistas ressaltam que o momento é o de olhar para as ações de empresas voltadas à economia interna.

O Diretor da Valore Investimentos Personalizados, Sérgio Quintella, lembra que as empresas mais negociadas na BM&FBovespa são do setor de commodities, caso de Petrobras, Vale, Gerdau e Usiminas, por exemplo.  "Empresas ligadas a este tipo de matéria-prima sofreram grande desvalorização porque são grandes exportadoras e o cenário mundial é de retração econômica, o que faz com que o consumo de commodities caia. E não sabemos quando a demanda por minério de ferro voltará a ficar aquecida”, explica  Quintella.

No entanto, ele aponta que as empresas de commodities agrícolas têm melhores perspectivas. “Vale a pena olhar para empresas do setor", aconselha.

Small X Large
O que muitos especialistas ressaltam é que o momento é de olhar para as ações de empresas voltadas à economia interna, devido ao cenário de crise pelo qual o mundo passa. Segundo Quintella, coincidentemente, essas empresas são, em sua maioria, small caps.

“Aqui no Brasil preferimos ações que são voltadas ao consumo interno, isso é, small caps em grande parte. Temos visto uma grande demanda por setores como o de consumo e o educacional, que está indo muito bem, além do setor de concessão de rodovias”, aponta.

Sendo assim, as ações small caps podem ser uma boa opção para o próximo ano. No entanto, a dica do especialista é diversificar a carteira com large caps para quem pensa no longo prazo. “Vale a pena se posicionar em empresas como Vale e Gerdau. Acredito que elas devem voltar a valorizar com uma retomada do crescimento mundial em cerca de 2 anos. As ações estão com preço bom, e com calma dá para comprar large caps com bom posicionamento no mercado”, afirmou.

A única ressalva de Quintella é o setor financeiro. Os bancos ainda estão ameaçados pela queda de juros e pelo grande número de inadimplentes, o que não deve representar um bom investimento mesmo em um prazo mais longo.

 

 

Fonte: INFOMONEY

voltar

 
 
 
© 2009 AZ Investimentos - all rights reserved | desenvolvido por Client By