News - Briefing de Mercado

Vale deve sustentar alta de Ibovespa até fechamento
28/02/2013

28 de Fevereiro de 2013 15h42
Paula Pereira

 

28/02 15:42 CMA (CMA)  Nr. 1315900267
(EMP,MEC)
BM&FBOVESPA: Vale deve sustentar alta de Ibovespa até fechamento
 
   São Paulo, 28 de fevereiro de 2013 - O otimismo em relação às
perspectivas da Vale devem manter o Ibovespa, principal índice da BM&FBovespa,
em alta até o fechamento, conforme avalia Ricardo Zeno, sócio-diretor da AZ
Investimentos. No último dia do mês, Zeno ainda destaca que os demais papéis
do índice podem operar com maior volatilidade ao longo da tarde, devido à
realocação de carteiras para março.
 
   "O mercado deve seguir essa tendência até o final do dia. A Vale
apresentou seus números e apesar do prejuízo as perspectivas agradaram e
tiraram as incertezas que pesavam sobre as ações. Com os papéis mais baratos
também, o mercado vê aí a oportunidade de compra", aponta o sócio-diretor
da AZ Investimentos.
 
   Há pouco, o Ibovespa subia 0,80%, a 57.752 pontos. O giro financeiro era de
R$ 4,514 bilhões. No mercado futuro, o índice com vencimento em abril de 2013
 avançava 1,09%, a R$ 58.130 pontos.
 
   As ações da Vale se destacavam entre as altas, com as preferenciais
(VALE5) subindo 3,44%, a R$ 36,67 e as ordinárias (VALE3), 2,86%, a R$ 38,06.
 
   A mineradora Vale registrou prejuízo líquido de R$ 5,628 bilhões no
quarto trimestre de 2012, primeiro resultado negativo em dez anos desde o
terceiro trimestre de 2002, quando a companhia reportou perdas de US$ 150
milhões. No quarto trimestre de 2011, a empresa teve lucro líquido de R$ 8,354
bilhões. O resultado foi afetado pelo impacto de R$ 12,2 bilhões de baixas
contábeis. Em 2012, a Vale registrou lucro líquido de  R$ 9,734 bilhões,
queda de 74,2% em relação a 2011.
    
   Apesar disso, o desempenho operacional melhor. No quarto trimestre do ano
passado, a mineradora vendeu 74,085 milhões de toneladas de minério de ferro e
10,739 milhões de toneladas de pelotas, resultando num volume total de 84,824
milhões de toneladas no trimestre, alta de 5% ante os 80,746 milhões de
toneladas do quarto trimestre do ano anterior. Em 2012, o volume de vendas de
minério de ferro e pelotas somou 303,443 milhões de toneladas, alta de 1,4%
ante os 299,148 milhões de toneladas de 2011.
    
   Durante as teleconferências com analistas e investidores, os executivos da
mineradora sinalizaram um cenário melhor de preços de minério de ferro no
primeiro semestre de 2013, solução próxima de pendências tributárias com a
União e redução de custos para os próximos trimestres.
 
 
    Paula Pereira / Agência CMA
 
 
    Edição: Andréa Rodrigues
 
Copyright 2012 - Agência CMA
 
O otimismo em relação às perspectivas da Vale devem manter o Ibovespa, principal
índice da BM&FBovespa, em alta até o fechamento, conforme avalia Ricardo Zeno,
sócio-diretor da AZ Investimentos. No último dia do mês, Zeno ainda destaca que os
demais papéis do índice podem operar com maior volatilidade ao longo da tarde, devido à
realocação de carteiras para março.
 
"O mercado deve seguir essa tendência até o final do dia. A Vale
apresentou seus números e apesar do prejuízo as perspectivas agradaram e
tiraram as incertezas que pesavam sobre as ações. Com os papéis mais baratos
também, o mercado vê aí a oportunidade de compra", aponta o sócio-diretor
da AZ Investimentos.
 
Há pouco, o Ibovespa subia 0,80%, a 57.752 pontos. O giro financeiro era de
R$ 4,514 bilhões. No mercado futuro, o índice com vencimento em abril de 2013
 avançava 1,09%, a R$ 58.130 pontos.
 
As ações da Vale se destacavam entre as altas, com as preferenciais
(VALE5) subindo 3,44%, a R$ 36,67 e as ordinárias (VALE3), 2,86%, a R$ 38,06.
 
A mineradora Vale registrou prejuízo líquido de R$ 5,628 bilhões no
quarto trimestre de 2012, primeiro resultado negativo em dez anos desde o
terceiro trimestre de 2002, quando a companhia reportou perdas de US$ 150
milhões. No quarto trimestre de 2011, a empresa teve lucro líquido de R$ 8,354
bilhões. O resultado foi afetado pelo impacto de R$ 12,2 bilhões de baixas
contábeis. Em 2012, a Vale registrou lucro líquido de  R$ 9,734 bilhões,
queda de 74,2% em relação a 2011.
    
Apesar disso, o desempenho operacional melhor. No quarto trimestre do ano
passado, a mineradora vendeu 74,085 milhões de toneladas de minério de ferro e
10,739 milhões de toneladas de pelotas, resultando num volume total de 84,824
milhões de toneladas no trimestre, alta de 5% ante os 80,746 milhões de
toneladas do quarto trimestre do ano anterior. Em 2012, o volume de vendas de
minério de ferro e pelotas somou 303,443 milhões de toneladas, alta de 1,4%
ante os 299,148 milhões de toneladas de 2011.
    
Durante as teleconferências com analistas e investidores, os executivos da
mineradora sinalizaram um cenário melhor de preços de minério de ferro no
primeiro semestre de 2013, solução próxima de pendências tributárias com a
União e redução de custos para os próximos trimestres.
 

 

Fonte: Agência CMA

voltar

 
 
 
© 2009 AZ Investimentos - all rights reserved | desenvolvido por Client By