News - Briefing de Mercado

Bovespa cai 1% com economia fraca no Brasil e dado ruim da China
04/03/2013

01 de Março de 2013 20h03
Téo Takar

O fraco desempenho da economia brasileira no ano passado e também a desaceleração do indicador de atividade (PMI) da China em fevereiro fizeram preço na Bovespa nesta sexta-feira. A leve melhora dos mercados internacionais à tarde não foi capaz de tirar a bolsa brasileira do vermelho.

O Ibovespa terminou o primeiro pregão de março em baixa de 0,94%, aos 56.883 pontos, e volume de R$ 7,271 bilhões. No acumulado da semana, o índice subiu 0,33%. No ano, a bolsa brasileira registra perda de 6,68%. Em Nova York, o índice Dow Jones subiu 0,25%, o Nasdaq ganhou 0,30% e o S&P 500 marcou alta de 0,23%.

Em Wall Street, os investidores reagiram ao indicador de atividade (ISM) e à confiança do consumidor. Os dados ajudaram a amenizar as preocupações com o início do chamado “sequestro”, cortes automáticos nos gastos do governo. O presidente dos EUA, Barack Obama, descartou o risco de uma crise financeira por causa do “sequestro”. No entanto, a reunião de hoje com líderes do Congresso não chegou a um acordo para evitar o problema.

“O mercado ficou desanimado com a divulgação do nosso ‘pibinho’”, diz o sócio-diretor da AZ Investimentos, Ricardo Zeno. “Não vejo uma saída no curto prazo para a bolsa. Estamos vivenciando um período de baixo crescimento do país.” Para o gestor, as atenções agora se voltam para a reunião do Copom, na próxima semana. “A política monetária ainda é incerta. Um reflexo da postura do governo. Vamos ver se as entrelinhas da ata da próxima reunião sinalizam alguma coisa.”

A desaceleração da atividade na China influenciou diretamente as ações da Vale, já que o país é o principal mercado consumidor do minério brasileiro. O índice PMI oficial ficou em 50,1 em fevereiro, frente a 50,4 em janeiro. Vale PNA devolveu todo o ganho de ontem, quando avançou após a empresa sinalizar perspectivas favoráveis para 2013 mesmo após o prejuízo bilionário de 2012, e fechou em baixa de 3,55%, para R$ 35,25.

Sem novidades, nem rumores, OGX ON terminou em baixa de 3,49%, cotada a R$ 3,04, nova mínima do ano. Outras empresas de Eike Batista também voltaram a cair forte hoje: MMX ON (-5,68%) liderou as perdas do Ibovespa e OSX ON recuou 5,34%.

Já Petrobras PN (1,74%, a R$ 16,90) e ON (1,31%, a R$ 14,68) ignoraram o clima negativo. Segundo operadores, os papéis avançaram sob a expectativa de que o aumento na mistura de etanol na gasolina, de 20% para 25%, alivie os custos da companhia com importação de combustível. Além disso, o governo pode isentar o etanol de PIC/Cofins em abril, o que incentivaria o consumo do combustível, reduzindo a necessidade de importação de gasolina.

Apesar da boa notícia para o setor de açúcar e etanol, os investidores de Cosan (-0,40%), São Martinho (-1,21%) e Tereos (-0,71%) parecem ter ignorado a informação.

Também circularam rumores que a Petrobras estaria próxima de vender algum de seus ativos. Não é novidade para o mercado que a estatal vem negociando com algumas companhias de petróleo na tentativa de levantar caixa para seu agressivo plano de investimentos.

No topo dos ganhos do Ibovespa ficaram BR Malls ON (2,26%), Natura ON (2,13%) e Banco do Brasil ON (1,82%). Na outra ponta ficaram, além de MMX ON, PDG Realty ON (-4,98%), Eletropaulo PN (-4,60%) e Marfrig ON (-4,56%). Reportagem especial publicada hoje pelo Valor aponta as dificuldades que a mineradora de Eike Batista enfrenta para conseguir atingir suas metas de produção.

Em tempo: na segunda-feira, a BM&FBovespa inicia a primeira fase de implementação do Puma Trading System, nova plataforma de negociação, para o mercado de ações. A migração das operações, que atualmente ocorrem no sistema Mega Bolsa, deve ser concluída até o dia 23 de março. Devido à migração, todas as ordens serão canceladas após o after market de hoje. A bolsa decidiu antecipar a pré-abertura na segunda-feira, das 9h45 para as 9h30, para que os operadores tenham tempo de recolocar as ordens canceladas no novo sistema.

Fonte: Valor

voltar

 
 
 
© 2009 AZ Investimentos - all rights reserved | desenvolvido por Client By