News - Briefing de Mercado

Bovespa fecha em alta pelo 4º dia e mantém maior nível em sete meses
12/06/2014

11 de Junho de 2014 17h23
Do G1, em São Paulo

Ibovespa subiu 0,91%, a 55.102 pontos.
Duas pesquisas divulgadas na terça influenciaram o mercado de ações.

A Bovespa fechou em alta pelo quarto dia seguido nesta quarta-feira (11), após a divulgação de pesquisas eleitorais e em uma temporada de ânimo com a bolsa brasileira.

saiba mais

O Ibovespa subiu 0,91%, a 55.102 pontos, no seu maior nível em sete meses, desde 23 de outubro. Veja cotação

Na semana, a bolsa já acumula 3,71% e no mês, 7,54%. No ano também há alta, de 6,98%.

Na máxima do pregão, o índice chegou a avançar mais de 1%, depois de acumular ganho de 5,9% nas três sessões anteriores, mas perdeu fôlego.

Pesquisas
"O mercado está com maior apetite ao risco pela bolsa brasileira, mas o Ibovespa se aproxima dos 55 mil pontos, que é um nível de resistência", disse à Reuters o analista de renda variável João Pedro Brugger, da Leme Investimentos.

Pesquisa do Ibope divulgada na terça-feira mostrou a presidente Dilma Rousseff (PT) com 38% das intenções de voto e seu principal adversário, Aécio Neves (PSDB), com 22%. O último levantamento do Ibope, divulgado em 22 de maio, mostrava Dilma com 40%, seguida por Aécio, com 20%.

Já levantamento do Vox Populi mostrou manutenção de Dilma com 40% e avanço de Aécio de 16% para 21% das intenções de voto, mas a pesquisa do Ibope recebia mais atenção de investidores.

"O governo atual vem perdendo popularidade e o mercado vem galgando maiores patamares, escorado na entrada de dinheiro de fora", disse à Reuters o sócio-diretor da AZ Investimentos, Ricardo Zeno.

No exterior, o dia foi negativo tanto para as bolsas europeias quanto as norte-americanas. O Banco Mundial cortou na terça-feira sua projeção de crescimento global de 3,2% para 2,8% neste ano.

Ações
No Brasil, na cena corporativa, ações de bancos e da Petrobras deram os maiores impulsos de alta ao Ibovespa, enquanto Energias do Brasil e Light ficaram entre as maiores altas.

A maior baixa ficou com a operadora Oi, em um dia em que o papel da Portugal Telecom, com quem a brasileira está em processo de fusão, perdeu mais de 2%

 

Fonte: GLOBO

voltar

 
 
 
© 2009 AZ Investimentos - all rights reserved | desenvolvido por Client By