News - Briefing de Mercado

Bolsas europeias sobem forte após governo grego ceder; Bovespa em compasso de espera
01/07/2015

Rennan Setti

Premier enviou carta a credores se dizendo disposto a aceitar oferta com mudanças.

As Bolsas europeias operam com forte alta nesta quarta-feira, depois de o governo da Grécia dar sinais de que estaria disposto a aceitar as propostas dos credores no fim de semana, ainda que com algumas mudanças. O movimento do governo de Alexis Tsipras ocorre depois de a Grécia deixar de honrar ontem pagamento de US$ 1,7 bilhões devido ao Fundo Monetário Internacional (FMI). O índice de referência do continente Euro Stoxx avança 2,77%, enquanto a Bolsa de Londres registra alta de 1,45%; em Paris, o pregão avança 2,78% e em Frankfurt, 2,64%.

No Brasil, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera próximo à estabilidade, com alta de apenas 0,06%, aos 53.105 pontos. Já o câmbio opera quase estável, com o dólar comercial avançando apenas 0,16% e cotado a R$ 3,113 para compra e a R$ 3,115 para venda.

— O mercado local está parado, em ritmo de expectativa para ver como vai se resolver a situação da Grécia — afirmou Ricardo Zeno, sócio-diretor da AZ Investimentos.

A Grécia enviou carta aos credores afirmando que o país aceita a proposta da Comissão Europeia feita no fim de semana se várias condições forem modificadas, incluindo a manutenção do imposto 30% menor em ilhas gregas e o adiamento de algumas reformas do sistema previdenciário por alguns meses e cortes de gastos militares. O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, fará um pronunciamento à nação e especula-se que ele pode anunciar o cancelamento referendo no domingo, convocado pelo governo para a população decidir de aceita ou não as condições impostas pelos credores para dar mais ajuda ao governo.

Entre as ações brasileiras, a Petrobras registra leve alta de 0,35% (ON, com voto) e 0,23% (PN, sem voto). Hoje a estatal realiza Assembleia Geral Extraordinária (AGE) com seus acionistas. A Vale, que puxou a Bolsa para baixo na véspera por causa da queda do preço do minério de ferro, avança 0,60% (ON) e 0,51 (PN).

MERCADO DE TRABALHO DOS EUA DÁ SINAIS DE FORÇA

O setor privado dos EUA criou 237 mil postos de trabalho em junho, o maior ganho desde dezembro, segundo relatório da processadora de folhas de pagamento ADP divulgado nesta quarta. Economistas consultados pela Reuters projetavam uma expansão de 218 mil vagas. O dado mostra que o mercado de trabalho do país está cada vez mais sólido, o que corrobora a interpretação de que o Federal reserve (Fed, banco central dos EUA) tem espaço para elevar os juros.

Com a notícia, o dólar ganhou força em escala global. O índice Dollar Spot, que mede seu desempenho contra uma cesta de dez divisas globais, sobe 0,48%.

Fonte: O Globo

voltar

 
 
 
© 2009 AZ Investimentos - all rights reserved | desenvolvido por Client By